O que é SOCIEDADE EMPRESÁRIA?

, Notícias

SALVE ESSA DICA ✔

Este artigo serve para esclarecer de uma vez por todas a diferença técnica entre os tipos técnicos que existem de abertura de empresa no direito empresarial.

Antes de mais nada vale esclarecer que sociedade é diferente de empresa.

Sociedade é a reunião de um grupo de pessoas, enquanto empresa é um conceito jurídico que significa atividade exercida por empresário.

Empresa não é o locam em si mas a atividade, por isso você pode ter uma empresa sem necessariamente ter um local físico, como vemos regularmente nos e-commerces.

Mas todas essas considerações técnicas só são importantes na prática para que o profissional do direito saiba auxiliar seu cliente no momento de orientá-lo a abrir uma sociedade empresária para que ele tenha vantagens em relação aos demais que não o fazem.

E quais seriam as vantagens que uma pessoa teria em abrir uma sociedade empresária?

Ora várias!

A primeira delas é a diferenciação do patrimônio da pessoa física do patrimônio da pessoa jurídica.

Para tanto, cria-se o que o direito chama-se de “ficção jurídica”, ou seja, uma nova “pessoa jurídica de direito” nasce, com um número característico, o CNPJ, e a partir daí, todas as operações da fruto da atividade empresarial serão feitas neste número ( o CNPJ) e não no numero da pessoa físca ( o CPF) do empresário.

Tudo isso traz mais organização, visualização administrativa e segregação entre o que seria o patrimônio do empresário do que seria o patrimônio da empresa.

Outra vantagem muito importante é que o empresário poderá escolher entre qual o regime tributário ele poderá escolher para aplicar neste CNPJ que ele escolher criar para operar nesta empresa.

Além disso, pense que aquele empresário pode ter a ideia de criar mais de um negócio e abrir mais de uma empresa ( mais de uma ficção) e escolher mais tipos de regimes trbutários, mais idéias, e mais CNPJS fruto de sua criatividade e novas idéias.

Tudo isso não seria possível se ele tivesse que operar todas as suas atividades empresarias em apenas um numero, seu CPF.

Desta forma, cria-se a empresa ( sociedade – reunião de pessoas) unidas para garantir que a empresa ( atividade do empresário) opere a fim de que os lucros e a economia fluam de forma harmônica e sustentável em prol da funcionalidade.

A partir desse nível organizacional agragam-se mais matérias multifuncionais como administração, direito, tributos, operacões, T.I, e tantas outras matérias importantes para o funcionamento deste organismo-empresa, mas todas elas giram para um meb comum: a atividade empresarial.

Sheila Shimada

Advogada, professora e empresária.

Deixe uma resposta